Actellic 500 ECData de registro indisponível
SYNGENTA - Inseticida
1238404

INSTRUÇÕES DE USO
Controle de pragas em grãos armazenados.

Número, Época e intervalo de aplicação
Para grãos a granel
Deve-se misturar a calda diretamente aos grãos no início do armazenamento.
Para grãos ensacados
Aplicar a calda diretamente sobre a sacaria por ocasião de seu empilhamento.

Modo de Aplicação
Tratamento dos grãos armazenados
Grãos a granel
Utilizar os equipamentos próprios para pulverização sobre os grãos nas esteiras transportadoras.
Utilizar de 8 a 16 ml de ACTELLIC 500 EC por tonelada de grãos, diluídos em 1 litro de água ou menos, dependendo do equipamento.
Observar uma boa cobertura de pulverização sobre cereal.
Grãos ensacados
Utilizar 0,5 ml de ACTELLIC 500 EC diluído em 50 ml de água para cada metro2 de superfície de saco.
Aplicar com pulverizador costal manual. Tratar cada fileira de sacos, e quando a pilha estiver formada, pulverizar lateralmente.
Obs.: Os cereais deverão ser expurgados antes do tratamento, se houver infestação.
Desinfestação de silos e armazéns
Aplicar o produto no armazém vazio, por meio de pulverizador, atingindo toda a superfície das paredes, teto e chão. Usar de 100 a 200 ml, por 100 m² de superfície aplicada, diluídos em 2 a 25 litros de água, dependendo da porosidade da superfície.

Intervalo de Segurança:
Arroz(**), Milho e Trigo ..................... 45 dias (*)
(*) O intervalo de segurança refere-se ao período de tratamento dos grãos armazenados e sua comercialização.
(**) Não beneficiados e com casca para as culturas de arroz.
Obs.: Os grãos armazenados, após o intervalo de segurança, podem ser utilizados para consumo humano.

Outras restrições a serem observadas
Os grãos armazenados só poderão ser utilizados para consumo humano após observância do período de carência.

Intervalo de reentrada de pessoas nas culturas e áreas TRATADAS
Pessoas sem equipamentos de proteção individual (EPI’s) somente deverão entrar nas áreas tratadas após completa secagem da calda de pulverização.

Limitações de uso:
Nenhuma, se o produto for utilizado conforme a recomendação.

Informações sobre o manejo de resistência:
Qualquer agente de controle de inseto pode se tornar menos efetivo ao longo do tempo, se a praga alvo desenvolver algum mecanismo de resistência a ele. O Comitê Brasileiro de Ação a Resistência a Inseticidas - IRAC-BR, recomenda as seguintes estratégias de manejo de resistência, visando prolongar a vida útil dos inseticidas:
- Qualquer produto para controle de pragas, da mesma classe ou modo de ação, não deve ser utilizado em gerações consecutivas da praga.
- Usar somente as doses recomendadas na bula/rótulo.
- Consultar sempre um Engenheiro Agrônomo para orientação sobre o Manejo de Resistência a Inseticidas.
- Incluir outros métodos de controle de pragas (Ex. Controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas, quando disponível e apropriado.

INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS
Incluir outros métodos de controle de pragas dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas, quando disponível e apropriado.

CropsBBCHNorma registradaIntervalo de segurança
Arroz0 - 00 - 045
Milho0 - 00 - 045
Trigo de Inverno0 - 00 - 045
Trigo de Primavera0 - 00 - 045