Falsa-salsa (Solda)
Aphanes arvensis (Alchemilla arvensis)

Sinonímias: Alchemilla arvensis

Descrição: todas as espécies de Aphanes de Portugal assemelham-se mais ou menos com A. arvensis. A descrição geral é apresentada aqui, e as diferenças sob as espécies individuais. As Aphanes são pequenas (geralmente menos que 10 cm) plantas anuais e ruderais, muito comuns. As suas flores e frutos são mínimos, verdes e inconspícuos. Os pequenos talos, muito ramosos, têm folhinhas irregularmente lobadas (nome comum falsa-salsa), com relativamente grandes estípulas. Como o sinónimo indica, estas plantas eram antigamente classificadas no género Alchemilla, e parecem-se com uma Alchemilla muito reduzida.   

Floração: abril a agosto

Ecologia: campos e jardins, nos solos arenosos. 

Status e distribução em Portugal: indígena; Alto Alentejo, Beira litoral, Ribatejo, Tras-os-Montes.  

Distribução geral: norte da Península ibérica ; Europa até o Cáucaso. Introduzida em outros partes do mundo, como América do Norte e Nova Zelândia. É a forma típica fora da Península ibérica. 

Particularidades: originalmente, foi reconhecida só uma espécie europeia A. arvensis, largamente distribuída. Ulteriormente, A. arvensis foi dividida em várias espécies, entre as quais A. australis no oeste de Europa, A. microcarpa no sudoeste, A. lusitanica só em Portugal, e outras não presentes em Portugal.

Riscos e protecção: planta nem ameaçada, nem regulamentada.