Glória-da-manhã (Corda de viola, Campainha, Jetirana)
Ipomoea purpurea

Espécie herbácea anual, vegetando em áreas ocupadas com lavouras anuais ou perenes, áreas olerícolas destinadas aos cultivos de batata, beterraba e cenoura, entre outras. Ocorre ainda em pomares de laranja e goiaba, dificultando a colheita, e em cultivos de banana e uva. Floresce abundantemente durante os meses de maio a agosto. Planta apícola. Hospedeira de Pseudomonas syringae pv. syringae, bactéria que causa a mancha-marrom no feijoeiro, e de ácaros do gênero Brevipalpus.
Apresenta caule trepador volúvel, verde ou avermelhado, piloso, podendo aparecer em toda a sua extensão projeções em forma de ponta, semelhantes a acúleos. Folhas alternadas, pecioladas, limbo com formato variado, cordiforme típico, recortado pouco ou profundamente em 3 lobos ou assimétrico. Inflorescência axilar do tipo corimbo, constituída por um longo eixo encimado por até 5 flores, cujos pedúnculos possuem tamanhos diferentes mas alcançam todos quase a mesma altura. Flores grandes e vistosas, de coloraçã rósea, purpúrea, variegadas ou multicoloridas. Apresentam pedúnculos, cálice persistente no fruto e com 5 sépalas, 2 delas externas e menores e as demais longas e estreitas, corola com tubo reto alargando-se gradualmente em direção ao ápice, evidenciando internamente o tubo da corola em tom mais claro ou branco, e as interplicas com tonalidade distinta, considerando a cor da corola. Androceu com 5 estames e gineceu trilobado. Fruto do tipo cápsula. Esta espécie pode ser diferenciada das demais por apresentar flores purpúreas ou com outras colorações, mas sempre acrescidas de pequenas manchas; o estigma do carpelo é sempre trilobado e os pedúnculos dos frutos em início de desenvolvimento apresentam calibre grosso, diferente do calibre dos pedúnculos florais. Propaga-se por meio de sementes.
As plantas deste gênero são muito prejudiciais às lavouras anuais em função da dificultando que impõe a colheita mecanizada, além de manter os ambientes com alta umidade nas lavouras. São muito difíceis de serem controladas.