Milheto
Pennisetum americanum (Chaetochloa glauca, Panicum glaucum)

Gramínea anual, pouco entouceirada, cultivada em todo o País com a finalidade de produção de biomassa vegetal para a incorporação aos solos. Esta prática permite a instalação da espécie em novas áreas para cultivos, a exemplo das destinadas à olericultura. 
Apresenta colmos cilíndricos, enfolhados desde a base, podendo chegar a 3 metros de altura, entrenós glabros e providos de uma canaleta, nós ciliados e engrossados. Folhas com bainha fechada pela sobreposição das margens e desprovidas de pelos, lígula com linha avermelhada e densamente ciliada, colar provido de pelos. Lâmina lanceolada com a face ventral pubescente e margens serrilhadas. Inflorescência terminal do tipo racemo cilíndrico, de coloração esverdeada, um para cada colmo e com eixo principal pubescente. A partir do eixo principal saem pedicelos, os quais contêm espiguetas de coloração brancacenta, paleácea ou amarelada, inseridas em meio a curtos cílios. Pode ser identificada em campo por meio da morfologia dos racemos. Fruto do tipo cariopse, o qual é a unidade de propagação.
Pouco frequente como invasora, infestante principalmente em lavouras de soja e milho. Excelente qualidade como forragem, fornecendo forragem palatável e de alto valor nutritivo ao gado.