Joá (Joá-bravo, Arrebenta-cavalo, Juá)
Solanum sisymbriifolium (Solanum balbisii, Solanum brancifolium, Solanum decurrens)

Sinonímia: Solanum balbisii Dunal., S. brancifolium Jacq., S. decurrens Balbis., S. edule Vell.,a S. formosum Cat., S. inflatum Horn., S. mauritianum Willd., S. opuliflorum Portens., S. thouini Gmel., S viscosum Lag., S. viscidum Schweigg.

Regiões de ocorrência: Sul, Sudeste, Centro-Oeste.

Família: Solanaceae.

Características da planta: Divisão/Classe: Angyospermae Dicotyledoneae; Ciclo: Anual ; Reprodução/Propagação: Semente; Habitat/Tipologia: Aéreo - Herbáceo a Sub-arbustivo; Adaptações: Herbáceo ereto; Sub-arbustivo ereto; Altura: até 120.

Características das folhas: Filotaxia: Alternada; Forma do limbo: Segmentadas - Partida; Superfície: Pilosas; Consistência: Membranácea ; Nervação/Venação: Peninérveas; Comprimento: até 20.

Características das flores: Inflorescência: Cacho ou rácemo; Perianto: Diperiantada, Metaclamídea, Hermafrodita.

Tipologia do fruto: Solanídeo.

Observações: Espécie intensamente armada (com espinhos) sobre ramos, pedúnculos, cálice, pecíolos e nervuras, que ferem pessoas e animais se tocada. A planta pode conter bacterioses, que também atacam solanáceas cultivadas. Infestante em cultura de algodão, café, feijão, fumo, mamona, mandioca, milho, pastagem, soja, sorgo, pomares, terrenos baldios e beira de estradas.