Saramago, Nabo, Nabiça
Raphanus raphanistrum

Nomes vulgares: nabiça, nabo, nabo-bravo, rabanete, rabanete-de-cavalo, saramago.

Descrição: Espécie herbácea anua, muito prolífica e com os ciclos vegetativo e reprodutivo curtos. Ocorre com muita frequência em cultivos de alface, batata e cenoura e em pomares de pêssego. Forma compostos alelopáticos que inibem o desenvolvimento do tomateiro. Hospedeira do Turnip mosaic virus – TuMV –, transmitido para outras culturas por meio dos afídeos e do fungo Alternaria brassicae, que causa a mancha foliar em espécies cultivadas de Brassicaceae. Abriga tripes das espécies Selenothrips rubrocinctus e Frankliniella schultzei, pragas que atacam a manga e o tomate. Hospedeira alternativa do curuquerê-da-couve, Ascia monuste orseis. Fornece pólen e néctar para abelhas.

Apresenta caule cilíndrico, verde, ceríceo, muito ramificado e enfolhado na base. Folhas alternadas, pecioladas e com o limbo profundamente recortado até atingir ou não a nervura central, formando de 3 a 8 lobos, o superior sempre mais desenvolvido e com as faces pubescentes. Margens irregularmente serreadas a onduladas. Folhas localizadas nos eixos da inflorescência mais estreitadas, desprovidas de recortes e com as margens serreadas. Inflorescência terminal do tipo cacho composto, constituído por numerosas ramificações, as quais comportam grande número de flores. Flores pedunculadas, cálice com 4 sépalas, corola com 4 pétalas livres e obovadas. Androceu com 6 estames e gineceu bicarpelar. Fruto do tipo síliqua contendo numerosas sementes separadas por meio de constrições. A espécie pode ser diferenciada de R. sativus pelos frutos, que apresentam sempre constrições entre as sementes. Propagação por meio de sementes.
Planta invasora, inicialmente muito frequente em culturas de inverno, agora, já bastante aclimatada, vegeta indistintamente em qualquer estação do ano, causando sérios problemas também em lavouras de verão como soja e milho. Ocorre também em pomares, cafezais, beira de estradas, pastagens e terrenos bladios. As sementes são tóxicas.