Bolsa-de-pastor
Capsella bursa pastoris (Capsella rubella)

Descrição: Dicotiledónea, geralmente anual, mas também bianual. Raiz desenvolvida, folha lanceolada. Germinação geralmente primaveril. Floração em boa parte do ano. Bolsa-de-pastor é uma planta  cosmopolita, da família das Brassicaceae (crucíferas). Tem utilização como erva medicinal e há quem as utilize na alimentação. É também considerada uma planta protocarnívora. Floresce desde o início da primavera até ao início do inverno. As flores dispõem-se em rácimos (cachos) erectos. São flores de pequenas dimensões, com quatro pétalas brancas em forma de espátula. Cada flor forma um fruto com a forma de coração ou bolsa, com duas cavidades separadas por um septo, de cerca de meio centímetro de comprimento, contendo uma grande quantidade de pequenas sementes (polispérmica). O fruto é suportado por um pedúnculo relativamente longo. Quando esta vagem (silíqua) seca, abre-se ao meio, libertando e disseminando as sementes maduras. As suas folhas, penatipartidas e ligeiramente pilosas, formam uma roseta junto ao solo. No início de cada caule e ao longo deste existem folhas caulinares abraçadoras (amplexicaules) de forma sagitada.

Ambiente de crescimento: Infestante de numerosas culturas e solos incultos.

Tipo de Danos: Médio; subtrai espaço à cultura e competição por azoto.