Erva-pessegueira
Polygonum persicaria

Descrição: Dicotiledónea, anual, raiz desenvolvida. Folha oval alongada. Ciclo vegetativo estival.
Apresenta caule cilíndrico, ereto e com a parte mais velha decumbente, verde com forte pigmentação avermelhada. Entrenós longos, levemente estreitados no ápice, nós engrossados em anel e de coloração branca, sendo recobertos pela ócrea que envolve também a base do pecíolo. Ócrea membranácea, branca, estriada e de ápice truncado ou oblíquo-denteado. Folhas alternadas simples, curtamente pecioladas, limbo lanceolado, verde, podendo apresentar manchas irregulares mais claras ou mais escuras. Inflorescência terminal do tipo cacho de espigas longamente pedunculadas. Cada cacho contém em média 5 espigas cilíndricas, constituídas por numerosas flores de coloração branca, róseas e avermelhadas numa mesma espiga. Flores com tépalas soldadas em número de 5, as quais protegem o androceu e o gineceu. Fruto do tipo núcula. Pode ser identificada em campo por meio da morfologia da ócrea e das folhas, como também pelas flores com colorido diversificado na mesma espiga. Propagação por meio de sementes.

Ambiente de crescimento: Infestante de culturas herbáceas, de culturas arbóreas e solos incultos húmidos.

Tipo de Danos: Moderado; subtrai espaço à cultura.